Técnico em enfermagem de 22 anos infectado com Covid-19 sabia que ia morrer e fez pedido a sua mãe: “Quero rosas brancas no meu caixão e apenas uma rosa vermelha”

O jovem falou sobre o enfeite que queria em seu caixão, sabia que ia morrer.

O técnico em enfermagem Klediston Kelps de 22 anos, estava internado tratando das complicações da covid-19, antes de ser entubado por meio de mensagem de WhatsApp conversou com a família, ele se despediu e deu detalhes de como deveria ser a sua cremação.

O jovem morreu no último sábado (25), ficou um mês internado, Klediston se tornou a vítima mais jovem do Mato Grosso a morrer por complicações da covid-19.

Elisângela da Silva Faria mãe do jovem técnico em enfermagem, relatou que ele sabia que não ia voltar e estava dando adeus, falou como gostaria que acontecesse a despedida, gostaria que tivesse rosas brancas no caixão e apenas uma rosa vermelha.

PUBLICIDADE

Devido a pandemia do novo coronavírus, não pode acontecer o velório, mas Elisângela fez um arranjo com as rosas e levou até o cemitério, o jovem atuava na linha de frente ao combate ao novo coronavírus e a mãe acredita que ele tenha sido contaminado no hospital e no posto de saúde onde ele trabalha, ele lida com muitas pessoas.

Além da despedida a família, o jovem enviou o número da senha dos cartões para a mãe, Elisângela disse que o filho teve o pulmão atingido, além de problemas graves no baço e no fígado.


Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.