Torcedores do Vasco são feridos pela PM após serem impedidos de entrar no Maracanã para ver final contra o Fluminense

Decisão judicial impediu presença de torcedores no jogo, mas anúncio de que Vasco permitiria entrada levou torcida para a porta do estádio.

Torcedores do Vasco ficaram feridos na tarde desse domingo (17) após serem impedidos de entrar para ver a final da Taça Guanabara no Maracanã, Zona Norte do Rio. A polícia militar jogou bombas de efeito moral e alguns torcedores relataram o uso de balas de borracha e spray de pimenta.

Uma decisão judicial impediu a entrada de torcedores no estádio. Fluminense e Vasco disputavam o direito de colocar suas torcidas na setor sul do Maracanã. O Vasco contestou a decisão judicial que concedia ao Fluminense o uso do local e conservou as vendas de ingressos para sua torcida.

PUBLICIDADE

Decisão deste domingo conservou que o jogo seria realizado com portões fechados. No entanto, o Vasco resolveu arcar o risco de um processo e de multa de R$ quinhentos mil e declarou que sua torcida conseguiria ir ao jogo.

O jogo iniciou às 17h sem a participação das torcidas e, por volta das 17h35, uma parte dos torcedores com ingresso teve o acesso permitido para entrada no estádio.

PUBLICIDADE

     Entenda a disputa

Um acordo feito pelo Fluminense em 2013, quando o Maracanã foi reaberto após obras para a Copa, definiu que a torcida do time ia ser alocada no Setor Sul do Maracanã nos jogos do time

Nesta sexta, o Vasco anunciou, porém, que sua torcida ia ocupar o Setor Sul do estádio

No mesmo dia, o Fluminense foi à Justiça, que concedeu uma liminar garantindo o Setor Sul do Maracanã à torcida do Fluminense, sob pena de multa de R$ 50 mil por hora de venda de ingresso

O Vasco recorreu e, neste domingo, uma nova decisão da Justiça determinou a decisão com portões fechados, sob pena de multa de R$ 500 mil

Após a última decisão, o Vasco se reuniu na Federação de Futebol do Rio de Janeiro e decidiu assumir o risco de pagar a multa e bancou a realização do jogo com a torcida presente

Apesar disso, o Juizado Especial do Torcedor no Maracanã determinou que a decisão fosse cumprida e a partida fosse mantida com portões fechados

O jogo começou com portões fechados

Por volta das 17h35, a Justiça liberou a entrada de torcedores

 

Escrito por Carla Lopes Silva

Colunista em sites de notícias e curiosidades. Adoro escrever sobre todo tipo de assunto. Curiosa por natureza, e amante da internet. Contato: [email protected]