Toyota quer “mudar o mundo” com Mirai, carro a hidrogênio que gera água limpa

A Toyota lançou nesta segunda-feira (18) o primeiro carro movido a célula de hidrogênio para o mercado de massa. No Japão, começa a ser vendido em dezembro.

Com ele, a fabricante espera reproduzir o sucesso do híbrido Prius, agora oferecendo um veículo que rompe totalmente com o uso de combustíveis fósseis e promete zero emissão de gases tóxicos e estufa na atmosfera.

Batizado de Mirai em sua versão definitiva (em japonês, “futuro”), o sedã de quatro lugares estará à venda em quatro cidades do Japão a partir do próximo dia 15.

No final de 2015, chegará aos Estados Unidos e à Europa, conforme revelou a fabricante durante a apresentação do veículo, ocorrida simultaneamente em Tóquio (Japão) e Newport Beach (EUA).

Por enquanto, o Mirai custará salgados 6,7 milhões de ienes (cerca de R$ 150 mil) no Japão, sem contar os impostos e já contabilizando um subsídio estatal de 2,02 milhões de ienes (R$ 45 mil) para compras de veículos movidos a hidrogênio.

Escrito por Pa