Tristeza: Quatro pessoas da mesma família morrem em menos de 5 dias após contraírem a covid-19

Pai, mãe, filho e genro faleceram após sentirem os sintomas típicos da doença, eles nem tiveram tempo de entender o que estava acontecendo e logo perderam as suas vidas de maneira repentina.

A covid-19 tem feito muitas vitimas por todo o mundo, tem pessoas que desenvolve a doenã e conseguem receber os cuidados necessários para poder ser curar dela.

Mas muitas outras pessoas não possuem essa sorte, as vezes os sintomas atacam com muita intensidade e com isso acabam não conseguindo e perdem a vida pela doença.

PUBLICIDADE

E foi assim que aconteceu com uma família residem no Equador, em 5 dias, Paulina Carvajal perdeu quatro pessoa importante da sua família que deixou um grande vazio e muita tristeza em sua vida.

A mulher de 39 anos de idade perdeu seu esposo, seu pai, a sua mãe e um dos seus irmão, foi um situação bem dolorosa e que ocorreu de maneira repentina.

PUBLICIDADE

Paulina relembra os momentos de dor e perda que teve que viver junto com o seu país natal, nesses tempos o Equador tem sido um grande agravado pela pandemia do coronavírus, e teve milhares de habitantes morto pela doença.

Ao ser entrevistada pela EFE, paulina que é jornalista, contou como foi os momentos de angustia e dor que viveu, e revelou que todos que moravam em sua casa haviam sido contaminados pela doença.

Mas que mesmo ela se curando, infelizmente seu esposo, seu pai, sua mãe e seu irmão não tiveram a mesmo sorte, seu esposo faleceu no mesmo dia que seu pai no dia 25 de março, já a sua mãe faleceu junto com seu irmão cinco dia depois.

O momentos de tristeza começaram quando o esposo de Paulina começou a sentir dificuldade para respirar, como ele era diabético a situação ficou preocupante eles foram em buscar de ajuda médica mas não foi tão fácil encontrar.

Quando conseguiram atendimento Michael Gonzáles, de 39 anos, recebeu uma medicação na veia para que fosse controlado o nível de açúcar no sangue.

Após esse atendimento ele foi orientado á voltar para casa, mas algumas horas depois voltou a sentir o sintoma novamente, então Paulina levou Michael até a mesma unidade onde ele havia recebido atendimento.

Mas infelizmente eles não conseguiram atendimento, e foram orientados á procurar uma unidade onde Michael pudesse ser internado, mas o maior problema era que acidade estava em colapso devido a pandemia do coronavírus.

Depois de algumas horas de procura, eles conseguiram ser atendidos em uma unidade, e assim que chegou ele recebeu oxigênio, horas depois ele foi dispensado para retornar para sua casa.

Quando foi no meio da noite, Michael começou a sentir falta de ar novamente, e recorrendo á ajuda médica só foi internado no dia 24 para pode começar a se tratar.

O homem estava muito debilitado, e quase não conseguia sentir os seus sinais vitais, ele implorava por oxigênio, mas infelizmente não tinha o aparelho disponível para uso.

Enquanto Paulina estava ao lado do seu esposo, ela foi informada que seu pai, o idoso Manuel Carvajal, de 77 anos havia sido internado com dificuldade para respirar.

Os pulmões de seu Manuel estavam em pelo menos 90 por cento comprometidos pela doença, Manuel e Michael faleceram no dia seguinte á internação.

A jornalista ficou muito abalada com as perdas, mas ela não contava que poderia piorar ainda mais o seu luto, depois de cinco dias, ele viera á perder sua mãe Eduviges de 71 anos e seu irmão Marco de 51 anos, também pela mesma doença.

Veja logo abaixo um registro da família Carvajal:

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.