Vem aí novo projeto Bolsa Abuso, visa eliminar o direito das vitimas de abuso de abortar

A tática desse projeto é eliminar o direito do aborto legal pra vítimas de estupro, além de conceder o direto do abusador ver a vítima e a criança.

O projeto se encontrar em tratamento no senado, caso aprovado ele dará direito ao abusador de acompanhar o crescimento da criança, além de dar um salário mínimo até a criança completar os 18 anos.

PUBLICIDADE

Organizações que defendem os direitos das mulheres, visualizam esse projeto como um retrocesso ou uma viagem de volta ao tempo medieval.

O projeto tem como tática eliminar o direito do aborto legal para as vítimas de estupros que tem por direito, o que é bem conveniente para o atual governo que é conservador.

PUBLICIDADE

Mas as mulheres não ficaram contentes com essa notícia e já repudiaram o projeto, o assunto acabou de entrar em 1° lugar no Twitter.

Muitas das vítimas de estupro ficam depressivas ou traumatizadas, pois é uma agressão física muito forte pra mulher vítima dessa atrocidade, no bolsa estupro ela terá que lidar com a ligação do abusador com a criança fruto do estupro.

O que gerou bastante revolta dando o nome do assunto “Estuprador Não é Pai” pelas mulheres e apoiadores dos direitos femininos no Twitter, muitos comentários totalmente contra esse projeto.

Ainda não se tem mais informações sobre o que estar por vim.

Mas já tem um baixo assinado virtual CONTRA o “Bolsa Estupro” que se encontra com 70 mil votos já.

Link: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=145760

O “Bolsa Estupro” tem como objetivo dar o direito a paternidade ao abusador e cancelar o aborto legal para as vítimas de estupros, até o momento é tudo que sabemos.

 

Escrito por Ali Santos

Oii sou o Ali Santos me siga no twitter @AliSantosOFC amo Curiosidades e Fatos Desconhecidos, farei o possível para trazer as melhores curiosidades pra vocês. 📺🏁❤