Vídeo mostra o momento que os atiradores entram na escola, atiram e dão machadadas nas vítimas; veja

Atentado em escola em Suzano (SP) deixa ao menos 10 mortos.

Mais um vídeo horripilante, que mostra o momento exato do começo do massacre dentro da Escola Estadual Raul Brasil, localizada na cidade de Suzano, cidade localizada no interior de São Paulo. As imagens que circulam nas redes sociais mostram a frieza dos atiradores que de acordo com o portal de notícias online ‘UOL’, os atiradores identificados como como Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, ex-alunos da escola, planejaram o ataque durante um ano; saiba mais.

Vídeo mostra o momento que os atiradores entram na escola, atiram e dão machadadas nas vítimas; veja

Nas imagens a crueldade dos assassinos chama a atenção, um deles entra atirando na cabeça dos alunos e funcionários e continuou atirando contra quem encontrava pela frente. Em seguida chega o segundo assassino, ele pega uma machadinha e golpeia várias vezes as vítimas que estão caídas no chão.

Em meio ao desespero, enquanto os alunos tentavam fugir, um dos homens continua a dar machadadas nos adolescentes, assista ao vídeo:

Em meio ao desespero, enquanto os alunos tentavam fugir, um dos homens continua a dar machadadas nos adolescentes, assista ao vídeo:

https://youtu.be/2NRBQy8O3ms

Saibam quem são as 10 vítimas do ataque da escola em Suzano (SP):

Dez pessoas morreram nos ataques:

  • 1. Caio Oliveira, 15 anos, estudante.
  • 2.Claiton Antônio Ribeiro, 17 anos, estudante.
  • 3.Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante
  • 4.Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante.
  • 5.Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante.
  • 6.Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos, funcionária.
  • 7.Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos, coordenadora pedagógica.
  • 8.Guilherme Taucci Monteiro – 17 anos, assassino.
  • 9.Luiz Henrique de Castro – 25 anos, assassino.
  • 10.Jorge Antônio de Moraes, 51 anos, tio de Guilherme.

Um dos assassinos matou o comparsa e se matou em seguida, segundo informações da polícia. A investigação aponta que Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, matou Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, e depois se suicidou. Segundo a polícia, os dois tinham um pacto de que fariam o ataque e depois se matariam. E que andavam pesquisando na internet massacres em escolas dos Estados Unidos.

Vizinhos e familiares dos dois assassinos estão chocados com a tragédia, eles eram considerados calmos e reservados. A polícia continua investigando o caso. O horário e o local do velório coletivo das vítimas ainda não foram definidos.