Vídeo: Professor é esfaqueado por aluno dentro de sala de aula no Paraná, diz polícia

Professor foi ferido na perna e encaminhado ao Pronto Socorro

Na última terça-feira no Paraná, um aluno de apenas 17 anos foi apreendido e é suspeito de ter esfaqueado um professor. O caso aconteceu na região do Paraná, em uma escola de Formosa do Oeste.

O G1 publicou um artigo e afirmou que as informações foram confirmadas pela Polícia Civil.

PUBLICIDADE

De acordo com o artigo o caso aconteceu durante a aula de língua portuguesa, dentro de uma das salas de aula do colégio.

PUBLICIDADE

O aluno esfaqueou o professor e evadiu do local em uma moto. Porém, a Polícia Militar fez o rastreamento e o aluno, juntamente com sua mãe, foram encaminhados para uma delegacia de polícia.

O professor de língua portuguesa foi atingido na região da perna. Ele recebeu os primeiros socorros ao ser levado a um Pronto Socorro do mesmo município. Estava previsto para que ele recebesse alta no mesmo dia.

A secretaria de Estado da Educação (Seed) se manifestou em relação ao que aconteceu e lamentou profundamente o incidente.

Também foi informado que a Seed irá acompanhar o caso por meio do NRE (Núcleo Regional de Educação de Curitiba).

Para que dessa forma possam prestar todo o suporte e apoio necessário aos funcionários da escola, aos pais do aluno e também ao professor que foi vítima de agressão.

“A Secretaria da Educação do Paraná informa que tomou conhecimento de que um professor do Colégio Estadual Antonio Franco Ferreira da Costa, localizado no município de Formosa do Oeste, sofreu ferimentos que teriam sido provocados por um aluno.

A equipe diretiva do colégio tomou todas as medidas necessárias imediatamente, tendo acionado o Núcleo Regional de Educação de Assis Chateaubriand, o Batalhão da Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), a polícia e o Conselho Tutelar.

O professor recebeu atendimento médico e não corre riscos. O caso e as circunstâncias do ocorrido serão apurados pela Polícia Civil.

A Secretaria da Educação lamenta o ocorrido e acompanha o caso por meio do NRE e da Ouvidoria, que prestam todo o apoio e suporte necessários ao professor, aos funcionários da escola, aos pais e aos alunos”.

E você, o que pensa a respeito desse assunto? Deixe seu comentário.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]