Vizinhos contam a polícia que pais de menino que foi encontrado em barril pareciam “simpáticos”

Para os vizinhos até o primeiro momento não desconfiaram de nada, só começaram a desconfiar no ano passado que viram um vulto na parte superior da casa.

Para os moradores do bairro Jardim Itatiaia, na periferia de Campinas, interior de São Paulo, ficaram surpresos em saber que havia uma criança trancado dentro de um barril sendo maltratados pelos próprios pais em uma das casas. Os policiais encontrou o cativeiro da criança anteontem pela PM.

Um caso que chocou a todos, o menino chegou a ver a festa de réveillon pelo um buraco na parede. O site UOL onde o menino de apenas 11 anos foi encontrado junto com sua madrasta e o pai adotivo, o medo dos vizinhos ficou maior depois do boato que a mulher tinha sido liberada da delegacia.

PUBLICIDADE

A região é habitada por casas simples de apenas tijolos, o local já é ocupado há trinta anos e nem asfalto, uma região bem pobre no interior de SP. Os vizinhos preferiram não revelar nem permitiram tirar fotos do local, mas contaram como era a rotina do casal que mantinha o menino preso. Uma senhora de mais ou menos 30 anos contou que o homem de 31 anos não era muito visto pela região, mas a mulher era bastante conhecida no local e parecia ser simpática.

Na sexta feira ela chamou a gente para dar café com bolos para os vizinhos próximos sempre preparava algo para a gente comer disse a senhora em entrevista ao site. Mas uma atitude que chamava sempre a atenção dos vizinhos era que quando chamava os vizinhos para dar lanches era tudo do portão para fora, nunca deixava ninguém entrar em sua casa, por mais que os vizinhos achassem estranhos para eles o casal só queria ter sua privacidade garantida.

PUBLICIDADE

De acordo com o Sargento que acompanhou todo o caso, a mulher cuidava pelo menos de treze cachorros, ela tinha uma ONG que ainda não se sabe se é legalizada, que cuidava de cachorros que foram abandonados. Os cachorros estavam bem cuidados, isso via de longe que com os animais cuidava bem, mas lá em cima da casa mantinha uma criança presa em um barril sem comida e sem nenhuma higienização.

Para os vizinhos até o primeiro momento não desconfiaram de nada, só começaram a desconfiar no ano passado que viram um vulto na parte superior da casa. Os vizinhos sabiam que a relação deles com as crianças não era muito boa, porque o menino era hiperativo. uma outra vizinha comentou que começou a notar que o menino já não aparecia na rua para brincar com as outras crianças já a algum tempo.

Os vizinhos tentaram descobrir o que estava acontecendo, mas o casal não falava nada a respeito. Uma denúncia chegou a ser feita ao Conselho Tutelar, e depois outra à Polícia Militar, que terminou na descoberta do menino dentro do barril. Muito debilitado o menino foi levado para o hospital da região, muito desnutrido continua internado.

 

Escrito por Hosana Oliveira

Sou uma redatora que procura sempre estar bem informada do que esta acontecendo na mídia, faço do meu trabalho um aprendizado a cada dia