Volta aos aulas no Amazonas causou a infecção de 342 professores pela Covid-19

Os professores disseram que o Governo está querendo mostrar que tudo parece normal.

Três semanas após o retorno das aulas presenciais do ensino médio na rede estadual no Amazonas, foram registradas mais de 300 professores infectados com a covid-19.

Segundo a vigilância da Saúde, a situação preocupa os professores e os pais de Manaus, com o número de registros confirmados, na Escola Estadual José Bernardino Lindoso foram quase 30 casos, outras escolas foram Severino Nunes e Samuel Benchimol 10 casos em cada uma das escolas.

PUBLICIDADE

Os professores disseram que o Governo está querendo mostrar que tudo parece normal, mantendo essa insistência da volta as aulas, o problema diante dessa situação é que os professores podem ser contaminados e alguns fazem parte do grupo de risco.

O sindicato dos trabalhadores da Educação do Estado diante desses dados alarmantes, pediu a suspensão das aulas no estado e voltaram as atividades online.

PUBLICIDADE

A Secretaria de Educação do Estado do Amazonas não se pronunciou sobre os casos, um boletim divulgado pela vigilância em saúde do Amazonas, mostra que em Manaus já houve mais de 3.000 mortes pela covid-19.

Segundo o boletim informativo da cidade de Manaus, mais de 14 mil pessoas estão diagnosticadas positivo para coronavírus.

Entre os confirmados de covid-19 no Amazonas, 191 estão internados, 113 em leitos clínicos e 78 em UTI, mais de 120 mil pessoas tiveram diagnóstico positivo para covid-19 no Estado do Amazonas e 58 municípios possuem óbitos confirmados por complicação da covid-19. Ainda não é o tempo de volta as aulas.

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.